06/01/2009

Paraty

Depois de um belo Arroz x Feijão e uma boa noite de sono, o dia amanheceu tímido em Paraty, mesmo assim saímos para um passeio pelo centro histórico, passando por uma das ruas estréias paramos na Casa do Artesão onde conhecemos o artista Humberto de Souza Lima,um simpático mineiro e suas obras sacras, de um bom gosto incrível.
Depois de andar um pouco mais pelas ruas estreita e calçamento de pedras “Pé de Moleque” passamos pelo atelier do artista Aecio Sarti e suas pinturas sobre lona reciclada ...genial, também conhecemos um simpático uruguaio Marcelo um artista que faz um belo trabalho com moedas, ao som de um bom tradicional jazz.
Almoço.......chuva......retornamos a Pousada Centro Histórico onde estamos hospedados e cama......muito bom....
Último dia de pedal...
Hoje ao levantar na Pousada Bella Vista conhecemos o Cleber o filho do proprietário... uma pessoa muito simpática,que durante gostoso café da manhã nos deu diversas dicas sobre Paraty, inclusive nos falou da serra do Quebra Cangalha que nos esperava, tranquila e úmida.
Realmente a serra era extremamente pesada, muitas descidas e subidas com curvas cabulosas. Essa serra faz parte da Serra da Bocaina que se encontra parte no estado de São Paulo, parte no estado do Rio de Janeiro. Se não fosse a chuva e o tempo fechado teríamos a contemplar uma paisagem paradisíaca.
No meio da serra já estávamos muito cansados tanto da subida como da chuva. Então decidimos procurar um lugar para almoçar... e eis que encontramos um lugar singular a Villa Favorita...Que é realmente um luxo, na entrada fomos recebidos por um lindo jardim italiano...cheio de Hortênsias. O expediente já havia terminado, entretanto o Ernani Tedeschi, proprietário da pousada nos recebeu com um festival de massas (imperdível).
Faltavam 5 km para o início da serra...depois de um almoço cheio de energia foi fácil terminar a serra.
É pessoal a nossa viagem estava prestes a tomar outra cara... A descida da serra foi sinistra como disse o Marcos, de Belo Horizonte, um cicloturista que encontramos no início da descida da serra...É foi, adrenalina pura, 16 km de muita chuva, barro e pedra...
Foi uma descida muito divertida.e ao final a entrada de Paraty...Pousada Centro Histórico, da Regina...banho, banho, comida e cama.hahahahaaaaaaa.

Visitas

Seguidores

A gente agradece...

A gente agradece...

TIPOS DE CICLISTAS

Tem ciclista que mais gosta de trilha que estrada...né Castílho
Tem ciclista que namora ...casa com a bike...
Tem ciclista que adora pedalar de dia...
Tem ciclista que não pode ver uma subida que já começa a reclamar...
Tem ciclista que mais empurra que pedala...
Tem ciclista que adora subida...
Tem ciclista que não pode ver uma descida que se joga...
Tem ciclista que cai parado... né Sergio...
Tem ciclista que mais ri do que pedala...
E outros de pedalar a noite...
Tem ciclista de meia idade...
Tem ciclista que adora pedalar pelado...
Tem ciclista jovem, gatão e criança...
Tem família de ciclistas...
Bom, nós somos um “casal de ciclistas”.
E você que tipo de ciclista é...

Euzinha