06/01/2013

Primeira cicloviagem de 2013



Ufa!!!! O mundo não acabou, então vamos pedalar...

Começamos o ano com um pequeno pedal pelo litoral norte do estado de São Paulo. Que por sinal foi ótimo... Um pedal tranquilo de ser realizado tanto pela orla como por estrada.

A viagem começou em Santos, a cidade que é conhecida como "cidade amiga da bicicleta" pela Associação Brasileira dos Ciclistas, isso pelo estímulo que ela da ao transporte auternativo, a bicicleta. Santos ultrapassa a 30 km de malha cicloviária e isso possibilita um pedal entre as ruas movimentadas da cidade e a beleza singular de seus jardins e mar.

 
Ciclovia Santos

Ciclovia Santos



Saindo de Santos atravessamos de balsa para o Guarujá. Lá vimos que a ciclovia que já existia havia passado por uma nova estruturação, possibilitando ao ciclista e ao motorista maior segurança por todo percurso, tornando assim mais tranquilo e prazeroso, pois a ciclovia se encontra num patamar mais alto que Avenida Adhemar de Barros.

Balsa Santos/Guarujá

Praia da Enseada


Ciclovia Guarujá

Ciclovia Guarujá

A cidade do Guarujá também nos possibilitou um pedal sossegado, pois em toda sua orla existem ciclovias, bem sinalizadas e igualmente a Santos foi gratificante pela sua estrutura e segurança... É sempre bom pedalar entre a loucura do trânsito e o mar seja ele revolto ou não.
Durante o pedal o sol estava de rachar o côco, então nada mais justo do que fazer uma paradinha para refrescar com um cerveja estupidamente gelada.
É redundante falar sobre as belas praias do Guarujá, nas quais passamos Pitangueira, Pernambuco, Astúrias, do Tombo...
Enfim pegamos a Estrada de Pernambuco, como já havíamos feito este percurso já sabiamos o que nos esperava. Muita sombra, ciclistas e algumas quedas d'água... que nos possibilitou um frescor durante o pedal.


Resolvemos durante o pedal pernoitar na Praia do Perequê. Logo na chegada conseguimos nos instalar numa pequena pousada... Um verdadeiro achado, pois nessa época as pousadas fechavam pacotes de no mínimo 5 dias...

Depois de cair nas águas da Praia do Perequê, jantamos e fomos descansar o corpo... Pela manhã saímos rumo a Boraceia. Passamos em Bertioga e aproveitamos para passar pelo Forte do São João...





Bertioga como as outras praias já percorridas está aperfeiçoando suas ciclovias ... tornando a orla mais prazerosa tanto para os moradores como para os turistas...


Pedal... Pedal... Pedal... Rumo a Boraceia... Mas antes ai vai uma dica, converse com os pessoas nativas do lugar, isso faz toda diferença... nem sempre nossos planos foram seguidos, pois durante todas as viagens acabamos conversando e ouvindo as sugestões... por incrível que pareça só entramos pelo cano uma vez, fazendo isso...

Bem... continuamos o pedal por toda a praia de Bertioga e no final pegamos uma avenida que nos levou até a Riviera de São Lourenço... Mais a frente o tempo começou a fechar e o céu escureceu, então resolvemos sair a procura de uma pousada... hummmmm nem preciso dizer... alta temporada... ZERO de pousada... Porém nossa sorte é que nossa afilhada Juliana mora num Camping próximo de onde estávamos e isso foi a nossa salvação... Nem bem chegamos e a chuva caiu... Depois de um banho, uma sonequinha, um lanche e uauuuuuuuuuuu cama...




No dia seguinte nossos planos dormir em Boraceia e retornar a Bertioga apenas no dia 31 para passar a entrada de ano na casa de amigos...
Ao sair da riviera chegamos a Praia de Itaguaré... gente que delícia, uma praia praticamente deserta... adorável de se pedalar, uns 3,5 km de praia limpa, linda e agradável...
No final da orla uma travessia nos esperava, havia o encontro de um rio com o mar e tivemos que carregar as bikes, pois a maré não estava tão baixa e havia a possibilidade de molhar os alfojes, apesar dos pesares foi bem legal. Após a travessia, uma trilha nos esperava e logo em seguida o asfalto.





Após um pequeno pedal pela estrada, entramos num condomínio que nos levou a praia de Guaratuba... Tudo de bom... pedal pela areia... é coisa de outro mundo, que sensação de liberdade... indescritível... Mais ou menos  8 km de extensão e no final da praia um rio de águas calmas para nos banhar e renovar as energias... showwwww...indicação de um ciclista bem especial...








Chegamos em Boracéia no final da tarde e mais uma vez fomos a procura de pousada, nem preciso falar o que aconteceu... Bem como um casal previnido depois de tres alternativas resolvemos ficar num camping... Uma experiência que não tínhamos e que nos proporcionou momentos bem especiais...




Nada como viver novas experiências com que se ama... Foi muito bom... E depois de uma noite especial...

QUE TODOS OS SEUS E OS NOSSOS DESEJOS SE REALIZEM NO ANO QUE ESTÁ     NASCENDO...



 

Visitas

Seguidores

A gente agradece...

A gente agradece...

TIPOS DE CICLISTAS

Tem ciclista que mais gosta de trilha que estrada...né Castílho
Tem ciclista que namora ...casa com a bike...
Tem ciclista que adora pedalar de dia...
Tem ciclista que não pode ver uma subida que já começa a reclamar...
Tem ciclista que mais empurra que pedala...
Tem ciclista que adora subida...
Tem ciclista que não pode ver uma descida que se joga...
Tem ciclista que cai parado... né Sergio...
Tem ciclista que mais ri do que pedala...
E outros de pedalar a noite...
Tem ciclista de meia idade...
Tem ciclista que adora pedalar pelado...
Tem ciclista jovem, gatão e criança...
Tem família de ciclistas...
Bom, nós somos um “casal de ciclistas”.
E você que tipo de ciclista é...

Euzinha